Siga-nos

OiCanadá

Lazer

Snowshoe: curtição de inverno segura, simples e barata

Um dos grandes desafios de quem visita ou muda para o Canadá é aprender a se divertir no verdadeiro playground que o inverno instala ao nosso redor. E o snowshoe é a mais acessível e fácil atividade ao seu dispor. Conheça aqui tudo que você precisa saber pra começar a curtir já as raquetes de neve.

O snowshoe é disparado o mais barato e menos complicado de todos os esportes de inverno. Os custos não chegam nem a 20%, por exemplo, do que se gasta com o ski. Além disso, a atividade é segura, simples e fácil. E você decide o nível de esforço desejado, que vai de 420 calorias por hora num terreno menos fofo e mais plano a mil calorias por hora em situações de neve não compactada e de aclives e declives.

Mas para começar pode ser uma boa só dar um pulinho num parque ou praça perto de casa. Assim você se acostuma com o equipamento antes de investir mais e partir para excursões a picos de montanhas e áreas de difícil acesso por qualquer outro meio de locomoção.

Equipamento

Para começar é preciso alugar ou comprar um par de snowshoes. Várias redes de lojas comuns vendem o produto — como o Walmart e o Canadian Tire. Mas há também as lojas mais especializadas, como a cooperativa MEC e as empresas dedicadas ao universo do esporte, tipo a Sport Chek.

Muitas lojas de esporte e de atividades outdoors também alugam equipamento esportivo, às vezes com preços para um dia ou para uma semana, como é o caso da MEC.

A raquete sozinha já funciona legal. Mas se você curtir mesmo a atividade pode querer, então, investir em alguns itens extras, como a compra de um par de bastão de caminhada e um gaiter (que é uma polaina impermeável que ajuda a proteger a bota e a canela da neve que se transforma em água).

Já para manter os snowshoes em boas condições, basta limpar e secar tudo direitinho depois do uso, evitando assim que a ferrugem tome conta.

Onde praticar em Toronto

Você pode começar mesmo no parque mais próximo da sua casa. Mas se quiser curtir algumas trilhas gratuitas com acesso via TTC é só conferir esta listinha básica que organizamos pra você:

  • Bronte Coronation e Battery Park Trail: uma trilha bonita e tranquila, sem ladeiras, e com pouco mais de um quilômetro de extensão, que fica entre o Ontario Place e a ilha de Toronto, com acesso fácil e área pra estacionamento.
  • King’s Mill Park Trail: esta trilha fica no lado oeste do rio Humber com acesso pela estação de metrô Old Mill, oferecendo 1 quilômetro e 600 metros bem compacto e com bela vista do rio.
  • The Edwards Garden Trail: é a mais longa das três e, como as outras, é considerada de nível fácil. Corta quatro acres e 12 jardins temáticos que, mesmo debaixo de neve, têm lá seu charme e apelo. O acesso pelo sistema TTC é via a Eglinton Station, onde é preciso pegar o ônibus Lawrence East 54 ou 54A.

História

A história das raquetes de neve data de pelo menos 4 mil anos atrás, com registros de uso praticamente por toda a extensão do hemisfério norte. A inspiração, acredita-se, veio de animais como a lebre americana — um coelho de pé grande que se dá super bem em terrenos gelados — e das patas de castores e até mesmo de ursos.

Na Europa, arqueólogos encontraram pedaços de couro e de blocos de madeira indicativos de tentativas de se fazer um snowshoe, mas o design mais conhecido é mesmo o desenvolvido pelos nativos da América do Norte — mais especificamente, do Canadá, que criaram um troço muito eficiente e prático, feito de madeira na moldura e couro de vaca na tela e usado para caça e pesca, sendo um instrumento essencial de sobrevivência numa sociedade rural e de invernos rigorosos.

Hoje os snowshoes são feitos com materiais leves e resistentes. Encolheram no tamanho, mas garantem o mesmo efeito de flutuação sobre a neve das enormes pranchas do passado e os mais sofisticados têm garras para ajudar na tração em terrenos irregulares e em pistas com gelo.


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Lazer

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo