Siga-nos

OiCanadá

Dinheiro

Trudeau anuncia ajuda mensal para estudantes e outras medidas de suporte

No Canadá, o mês de maio marca o início dos chamados empregos de verão. Os estudantes de colleges e universidades usam estes empregos para fazer uma poupança que lhes garanta dinheiro para sobreviver os meses de aulas com carga horária que os impossibilita de trabalhar. As oportunidades este ano, porém, encolheram com a chegada da COVID-19 e agora o governo federal estica suas mãos para tentar ajudar esta parcela da sociedade.

Este novo canal de ajuda será gerenciado, mais uma vez, pela Canada Revenue Agency, mas o portal da agência ainda não traz detalhes de como se inscrever no programa nem quais serão os critérios para se qualificar para as novas modalidades de assistência.

Por enquanto o governo anunciou apenas que certos estudantes poderão receber CAD $1.250 mensais entre maio e agosto, com o valor podendo chegar a CAD $1.750 no caso de uma pessoa portadora de deficiência ou que esteja tomando conta de alguém.

O benefício também estará disponível para quem estuda e continua trabalhando, mas fatura menos de CAD $1.000 por mês.

Dinheiro para trabalho voluntário e bolsas

Também foi anunciado, sem detalhes de funcionamento, a implantação de um sistema de ajuda financeira para os estudantes que se engajarem em trabalho voluntário durante o próximos meses. 

O valor desta remuneração ficará entre CAD $1.000 e CAD $5.000 dependendo das horas dedicadas ao voluntariado. Mas é importante entender que isto não é um benefício mensal. Trata-se de um montante a ser pago ao final do período das férias de verão.

O governo também vai dobrar o valor das bolsas para certos estudantes. Quem faz um curso de período integral poderá receber até CAD $6.000, enquanto a turma que estuda em sistema de meio-período poderá embolsar até CAD $3.600.

Críticas

Estas novidades, porém, não aplacaram as críticas da oposição que continua a insistir que o caminho mais justo e prático seria estender aos estudantes a ajuda de CAD$ 2.000 mensais ofertada a uma parcela da população. 

Aliás, 50 senadores do Canadá publicaram um documento recentemente sugerindo mesmo que o governo pare de inventar modalidades diferentes de ajuda aqui e ali e parta para o estabelecimento de uma forma universal de suporte, que seria a garantia de uma renda mínima mensal de CAD$ 2.000 para todos os cidadãos.

Segundo os senadores, o governo perde tempo, dinheiro e energia criando todos estes planos quando poderia se concentrar em outros problemas.

De fato, apesar de o governo ter tido uma posição proativa e de estar aos poucos ouvindo as necessidades dos vários setores, fica evidente a insegurança das pessoas que sofrem para entender as regras das várias modalidades de ajuda. E o anúncio de medidas positivas desacompanhadas do beabá de como agir para se ter acesso a elas só aumenta a confusão. Neste momento, por exemplo, não está claro se estudantes internacionais terão direito a estes benefícios.

Assine a newsletter do OiCanadá para obter uma explicação completa de como aplicar para estes benefícios assim que o governo anunciar mais detalhes.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Dinheiro

Posts Populares

Topo