Siga-nos

OiCanadá

Paladar

Le Papillon on Front oferece delícias da culinária de Quebec

Le Papillon on Front é famoso pelos crepes, mas seu cardápio traz uma série de outras delícias da cozinha quebécois. O restaurante está localizado em uma das áreas mais bonitas de Toronto.

Durante mais de 30 anos o casal Paul e Danielle Bigue e a sócia Sandra Kane conquistaram uma clientela fiel, graças aos crepes deliciosos servidos no restaurante Le Papillon (na época, situado na Church Street). Em 2008, eles romperam sociedade amigavelmente, e o que parecia ser uma tragédia para quem ama desgustar a cozinha francesa (de Quebec, diga-se de passagem), tornou-se uma grande vantagem, já que a separação dos sócios gerou a criação de dois Papillons, possibilitando ao cliente mais opções.

Enquanto os Bigues abriam o Le Papillon on the Park na parte leste de Toronto, Kate inaugurava o Le Papillon on Front, na Front Street, em uma das áreas mais bonitas da cidade, próximo ao St. Lawrence Market e a diversos teatros e cinemas.

Comparecemos ao Le Papillon on Front em um domingo às 7pm. Na chegada, a recepcionista nos saudou com um simpático Bonsoir. A maioria dos funcionários da casa falam francês como primeira língua, principalmente os garçons.

A decoração do lugar segue um estilo québecois, com teto alto e paredes de tijolos em um ambiente de luz baixa e velas em cada uma das mesas, o que deixa o lugar com um aspecto romântico e refinado, mas ao mesmo tempo confortável.

Nosso garçom se aproximou e, com um sotaque francês, nos ofereceu uma bebida. Meu amigo optou pela québecuois Maudite (C$8.40) , uma cerveja escura, com 8% de álcool na sua composição. Foi sugerido como entrada a Toutiere (C$18.50) , uma torta típica de Quebec, recheada com carne de porco, vitela, batatas, legumes e um molho picante.

Apesar dos crepes do Le Papillon serem considerados um dos melhores de Toronto, o cardápio do restaurante é repleto de pratos tentadores, como o Filet de saumon à l’aneth (C$22.95), um filé de salmão do Atlântico assado, que acompanha arroz, legumes e molho de dill cremoso, e o Filet mignon aux trois poivres (C$27.95), um filé mignon grelhado ao molho cremoso de pimenta em grãos, legumes, batatas.

Terminei optando por um Confit de canard (C$23.95), uma coxa de pato real assada lentamente no forno, regada ao molho de vinho tinto, batatas e vegetais. O prato estava delicioso, com uma consistência crocante e ao mesmo tempo suculenta.

Confit de canard

Meu amigo optou por um Crêpe St. Laurent Marché (C$14.50), um crepe com presunto floresta negra, fatias de maçã cozidas e queijo cheddar. É importante ressaltar que crepes do Le Papillon são tão gostosos que se a massa viesse sem recheio nenhum, mesmo assim seria devorado. É aquele tipo de comida que você torce para levar muito tempo para terminar de comer, de tão delicioso que é.

Crêpe St. Laurent Marché

As sobremesas do Le Papillon on Front são outra tentação. Já estávamos satisfeitos depois do nosso prato principal, mas como resistir àquelas delícias? Decidimos dividir um Pouding chômeur (C$6), uma fatia de bolo com calda de caramelo, sorvete de baunilha e chantilly. Meu amigo, que fala francês fluentemente, disse que o nome do doce significa “pudim do desempregado”. Trata-se de uma sobremesa deliciosa, que me lembrou o bolo de macaxeira que a minha tia-avó fazia. A combinação perfeita com o sorvete promete agradar até mesmo aqueles que não são tão chegados a doce, até porque essa sobremesa não é de forma nenhuma enjoativa.

Pouding chômeur

A noite só não foi perfeita porque o nosso simpático garçom levou muito tempo para trazer a conta, mas depois de se deliciar com aquelas guloseimas, esperar um pouco não foi nenhum sacrifício.

Qualquer um que passar na área da Front St. com a Church St. deveria experimentar o Le Papillon on Front, principalmente os crepes. Os pratos são divinos, o serviço é bom e o ambiente, apesar de ter um aspecto requintado, é descontraído. Que os europeus me desculpem, mas os franco-canadenses não devem nada no que diz respeito à culinária. Très bon!

Avaliação

  • Comida: Muito Bom
  • Serviço: Bom
  • Ambiente: Muito Bom
  • Preço: C$46-C$80

Serviço

  • Endereço: 69 Front Street East
  • Telefone: 416.367.0303
  • Cruzamento principal: Front Street/Church Street
  • Estação do metrô mais próxima: King Sation
  • Pagamento: Cash, Visa, MasterCard, American Express
  • O melhor: Os crepes
  • O pior: O preço da cerveja
  • Preço médio por pessoa: C$60 (inclui entrada, prato principal e sobremesa, gorjeta e uma taça de vinho)

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Paladar

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo