Siga-nos

OiCanadá

Experiência

Passagem pra dois, por favor!

No post de hoje, falarei um pouquinho sobre como é o intercâmbio a dois, ou seja, como é viajar por alguns meses com a pessoa amada. Passar um tempo fora do país sempre foi um grande sonho meu e, que maravilha, tive a felicidade de namorar alguém que compartilhava desse mesmo desejo! Assim, posso dizer com toda certeza, que minha experiência ficou muito mais especial e completa.

De fato, ao programar a sua viagem, a única coisa que muda em relação a quem vai viajar sozinho é a acomodação, para aqueles que optarem pela homestay (para mais informações sobre onde ficar em Toronto, veja post Mamma, I’m going to Toronto… mas onde vou morar?), uma vez que algumas famílias não aceitam casais em suas casas; mas, fique tranquilo, isto não é tão comum. Eu, por exemplo, não tive dificuldade alguma em encontrar minha homestay. No mais, o passo-a-passo é o mesmo para qualquer viajante: decidir qual programa de intercâmbio fazer, quanto tempo irão ficar, em qual escola estudar e qual curso fazer, se for o caso, visto, passagens… em resumo, esse planejamento super prazeroso que envolve um intercâmbio!

Na prática, o grande diferencial é que você terá uma companhia para dividir todos os momentos com você: desde as longas horas de viagem, até as aulas, a descoberta diária de estar e morar numa cidade nova e, mais que isto, num país novo, os amigos, as histórias, os perrengues… enfim, você terá alguém para compartilhar cada momento dessa experiência maravilhosa! E, claro, não se trata de qualquer pessoa, e sim do seu amor! Tem coisa mais gostosa?

Agora, pra quem quer uma dica de ouro pra a viagem em casal ser um sucesso, aí vai: paciência! Um intercâmbio é um período de muitos acontecimentos, e é normal que as emoções se intensifiquem vez ou outra. E, dado que serão vocês dois apenas em um país novo, tenham paciência um com o outro, respeitando o espaço e a privacidade de cada um, que com certeza a viagem será bem-sucedida!

Como sugestão de passeios românticos em Toronto, eu indico o 360 Restaurant, que fica no topo da CN Tower, maior cartão postal de Toronto, uma torre de aproximadamente 550 metros, que te permite ter ver a cidade inteira, e abriga um restaurante super interessante que gira lentamente, proporcionando a seus clientes uma visão 360º de Toronto (incrível!!!); além disto, para quem não é muito fã de altura ou prefere um passeio ao ar livre, há o lindíssimo High Park, programa super recomendado para as tardes ensolaradas de outono ou primavera! É um parque super agradável, coberto de flores, com um lindo lago além, é claro, da famosa Maple Leaf desenhada em um jardim, que é a folha símbolo do Canadá, presente até em sua bandeira. No inverno, não deixe de patinar no gelo com o seu amor e, em seguida, para aquecer, sugiro tomarem um delicioso chocolate quente, em algum dos milhares de cafés espalhados pela cidade.

Bem, vou ficando por aqui. Se você tem alguém especial, e está em dúvida se deve ou não compartilhar a experiência com essa pessoa, pode deixar a incerteza de lado! Vá em frente, e sejam felizes pelo mundo! Eu garanto, vai valer a pena!

Até a próxima!

Lívia Campos é carioca, formada em Economia, e apaixonada por viajar. Estudou inglês em Toronto entre 2011 e 2012 e, atualmente, está no Brasil, trabalhando no setor de Telecom e aguardando a próxima oportunidade que a vida lhe reserva pelo mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Experiência

Posts Populares

Topo