Siga-nos

OiCanadá

Moradia

Levantamento revela as 10 cidades do Canadá mais gostosas de se viver

Com a pandemia, muita gente está à procura de mais qualidade de vida, mais espaço e mais proximidade com a natureza no Canadá. Pensando nisso, o Ratesdotca — um site de comparação de custo de serviços — fez um levantamento pra descobrir as cidades mais gostosas de se viver por aqui. 

A classificação levou em consideração o crescimento populacional segundo os dados mais recentes da StatsCan, o preço médio de imóveis registrado no último dia do ano passado.

O subjetivo quesito “beleza natural” considerou a existência de parques, rios, lagos ou mar, montanhas, florestas e até mesmo o estado geral do centro de cada cidade, enquanto o item “vida noturna” avaliou a existência de bares, restaurantes, teatro e cinema.

A possibilidade de praticar esportes ao ar livre também entrou na conta assim como o clima, com dados como a temperatura média, número de dias ensolarados e ainda o nível de vento, neve e chuva.

O desempenho dos grandes centros

Tudo isso apontou para uma direção distante dos grandes centros. Dentre as 166 cidades avaliadas, os destinos mais populares entre os imigrantes ficaram para trás. Ottawa, a capital do país, teve o melhor desempenho nesse grupo, mas mesmo assim apareceu só na 16a. posição. Na sequência, veio Montreal que faturou a 25a. colocação e Vancouver, que ficou apenas dois pontos atrás da badalada cidade do Quebec. Daí damos um pulo grande para encontrar Calgary no posto de número 57 com Toronto com duas posições atrás.

As 10 melhores cidades

A primeira colocada no ranking foi uma bela surpresa: Langford tem população de 42 mil habitantes e fica na British Columbia. O preço médio dos imóveis por lá não é muito baixo: CAD $725.000, mas a região é de fato muito bonita e tem um clima agradável.

Em segundo lugar temos Kelowna, outra cidade da costa oeste, mas de médio porte, com mais de 220 mil habitantes. Fica em área de montanha, com lago e ainda farta presença de fazendinhas produtoras de vinho. O custo de casa por lá fica em torno de meio milhão de dólares.

Agora a listagem salta para a província do Quebec, onde Trois Riviere, às margens do Rio São Lourenço, ocupa a terceira posição, surgindo como uma opção bem mais em conta. Ali, comprar um imóvel consome cerca de CAD $225.000. A população local? 163 mil pessoas. 

Bathurst, na província de New Brunswick, vem em quarto lugar e é um pechincha: tem pouco mais de 31 mil moradores e casas a CAD $112.000 (a renda não precisa passar de 35 mil ao ano para se fazer uma hipoteca com uma entrada de 23 mil).

Em quinto na listagem, a pequenina Rossland, BC, tem apenas 4 mil habitantes, mas casas a preço de cidade grande: CAD $443.000. 

Coisa semelhante acontece com a charmosa Niagara on the Lake em Ontário, que ocupa o sexto lugar. Ali a população é de 19 mil pessoas e a moradia fica, em média, um pouco acima do meio milhão de dólares.

A British Columbia — campeã absoluta desta listagem — volta aqui com Cowichan Bay em sétimo lugar, 90 mil moradores e casas custando CAD $561.000. 

Tudo bem diferente de Sydney, que vem em oitavo lugar e fica do outro lado do país, na Nova Escócia, que tem população de 86 mil pessoas, mas casas sendo vendidas por cerca de CAD $157.000.

Penticton, uma outra comunidade da British Columbia, com preço de casa pra lá de meio milhão e apenas 47 mil habitantes, ocupa o penúltimo lugar da lista.

Já em último lugar temos uma opção bem mais em conta: a bela Québec City, com população ultrapassado os 830 mil habitantes e casas, em média, comercializadas em torno dos CAD $280 mil.

Para mais detalhes visite o site do relatório.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Comprar Seguidores Instagram

    22/mar/2021 at 22:33

    adorei as dicas… virei leitor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Moradia

Topo